Afinal, Também Há Sombras No Natal...


Acabadas as Festividades...

Culturalmente, vemos a época de Natal e de Fim de ano como uma época feliz, onde toda a gente deseja “Festas Felizes” e outros votos semelhantes, mas no reverso da medalha está a “sombra” desta fase do ano, senão vejamos:
⇨ Cada vez mais pessoas se sentem deprimidas e ansiosas com estes dias, pela pressão social que sentem em “estar em alta”, como se não fosse admitido estar “em baixo”, melancólico ou desinteressado…
Imagem relacionada
Imagem da Internet
⇨ Os encontros familiares trazem imensas vezes memórias mal resolvidas, discussões e questões familiares não ultrapassadas…
⇨ Os amigos de sempre, estão fora, ou foram-se perdendo contactos ao longo dos anos…

Nas famílias monoparentais, ou de filhos únicos, ou de idosos, faz-se sentir a solidão, apenas acompanhada de programas de TV, para se ter “ruído de fundo” em casas outrora cheias de gente…
Estes e outros temas são muito debatidos em Psicoterapia, ou em grupos de Terapia, e nestes casos sinto sempre que apresentar caminhos, pode despertar a vontade de se fazerem coisas diferentes, e portanto vejamos:
1 -Comece por aceitar, por mais que isso lhe custe, de que os Natais do passado não voltam,e que você pode escolher em cada ano, fazer diferente.
2 – Reveja as suas crenças negativas e “congeladas no tempo” sobre o Natal:
Era nessa época que você ou alguém próximo ficava doente?
➪ Foi nalgum Natal que houve uma separação ou morte na família?
Houve alguma época de Natal em que sentiu uma perda devastadora, ou que viveu uma situação traumática?
3 – E quais são os seus reais propósitos de Natal?
➱Unir-se a um desejo colectivo de relembrar a mensagem do nascimento de Jesus, de que somos todos filhos e parcelas do mesmo Criador?
➱Ou nem sequer reflectiu sobre isso até agora? ( e apenas se tem deixado arrastar atrás das tradições socialmente impostas?)
A partir daqui – destas reflexões – os meus pacientes costumam encontrar dentro deles, novos caminhos para celebrarem o Natal – ou não celebrarem de todo – mas já com um sentido e consciência de liberdade diferentes:
1 – OU começam desde Janeiro de cada ano a comunicarem mais com os antigos contactos e “elos perdidos” para fazerem vários encontros durante o ano, e muitos “jantares de Natal” em Dezembro…
2 – OU associam-se a uma Instituição e oferecem-se como voluntários para distribuírem a ceia do próximo Natal ( e outras acções o ano inteiro)
3 – OU viajam com amigos para outro lugar e celebram o Natal com essa viagem e reunião…
E estas são só algumas das infinitas possibilidades entre outras que podem aparecer ao longo do ano; o que é certo, é que a “sombra” do Natal desaparece com a mudança de paradigma e atitude com que se encara esta festividade.
Para finalizar, relembro-lhe que pode “enterrar” os Natais dolorosos, e reconstruir os próximos com um novo Espírito Natalício!
                                                           🏆🎄

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Um Dos Maiores Tabus Das Mulheres Mães…

5 Passos Eficazes Para Travar Pensamentos Obsessivos!